Nutrição para Surfistas -  Torres RS

Você pratica surf? Então confira as dicas da nutricionista Laura Ramos para obter bons resultados em seus treinos.

Em Torres existem muitos surfistas, tanto amadores quanto profissionais. Destes atletas, eu sou nutricionista de dois amadores, que estão se dedicando para chegar à elite do surf.

Na temporada de verão a gente vê muitos surfistas dentro do mar, tanto na praia dos Molhes, Prainha, Cal e Guarita. Mas eles encaram o inverno também e toda aquela água gelada para pegar as suas ondas. E é aí que nós, nutricionistas, entramos para dar suporte nutricional, tanto para os dias quentes quanto para os frios para melhorar o desempenho de cada atleta.

O termo nutrição caracteriza uma sequência de processos do organismo, que englobam a ingestão do alimento, sua digestão, a absorção dos nutrientes, o metabolismo e a excreção. Esses processos têm por objetivo produzir energia e manter as funções vitais do organismo.

Os surfistas têm um treino intenso dentro e fora da água, isto acaba gerando um gasto energético bem grande neles. Aí entra o profissional de nutrição para deixar as coisas adequadas. Cada atleta deve seguir o seu plano alimentar, porque não devemos esquecer que cada corpo é um corpo e cada um age de uma maneira.

Sempre alerto sobre a importância de cada refeição, de comer comida de verdade, preferir alimentos orgânicos, consumir frutas e verduras da época, ler o rótulo e saber o que está ingerindo, beber muita água, praticar atividade física com um profissional capacitado e sempre ter um prato bem colorido, assim você vai consumir vários nutrientes.

Para se ter um bom pré-treino devem ser feitas escolhas saudáveis e que dão energia para praticar a atividade física. Alguns exemplos são o cacau e o abacate, que contém uma boa quantidade de gordura poliinsatura e monoinsatura, além de serem bons alimentos para as articulações. É importante consumir carboidratos de fácil digestão, como proteína (ovo, frango) e evitar o excesso de lipídios, que são as gorduras.

O pós-treino de qualquer atividade intensa tem que ser bem feito, para reduzir a degradação proteica. Podendo ser com o alimento ou suplemento, se for indicado. Isso tem como objetivo reparar as reservas de energia e aumentar o ganho de massa muscular.

Além disso, existe a chamada “janela da oportunidade”, que é logo após o exercício. Ocorre de 30 minutos a 2 horas após a prática esportiva, onde os músculos ficam mais aptos a receberem nutrientes devido ao fluxo sanguíneo. As células musculares estão sensíveis ao efeito da insulina e através da alimentação a elevamos, facilitando a entrada de carboidrato e proteína para as células.

A hidratação é muito importante para todas as pessoas, ainda mais quando praticamos um esporte. Quando fazemos uma atividade intensa por muito tempo (treinos em alta temperatura, exposição excessiva ao sol), temos perda de eletrólitos como sódio, potássio e magnésio. Alguns repositores de eletrólitos são a água, água de coco, isotônicos, entre outros.

Conseguimos preparar um repositor hidroeletrolítico caseiro com água, suco de fruta, açúcar e sal, mas deve ter muito cuidado com a dosagem dos ingredientes, para que não haja um desequilíbrio e, consequentemente, queda na performance. Por isso, sempre siga as orientações do seu nutricionista.

Nutrição para Surfistas - Torres RS